Skip to content

Acuaeróbicos, exercícios aeróbicos realizados na água

Água e atividade física podem combinar-se graças à peculiar disciplina: os acuaeróbicos, que consistem em rotinas de exercício dentro de uma piscina, o que, além de fortalecer o sistema circulatório, pulmões e músculos, tem a peculiaridade de reduzir os impactos na coluna vertebral e articulações. Nós conheça-os!


Exercícios na água, Obesidade


Os exercícios aquáticos estão entre os mais recomendados para qualquer pessoa, já que, além de divertidos possuem a caridade, a qualidade de ser extremamente benevolentes com músculos e articulações, de modo que até mesmo as pessoas com fraqueza nos membros podem praticá-los, sem sofrer dor.


No entanto, desta vez, não nos referimos a disciplinas como natação, fixos, nado sincronizado, pólo aquático, mas os aeróbicos, sob a água ou acuaeróbicos, que começam a ter grande difusão e aceitação pelos excelentes resultados que oferecem à saúde.


Este novo recurso para o condicionamento físico, apto para pessoas de todas as idades, incluindo crianças maiores de 10 anos e idosos, gera escassos ou nulos efeitos adversos nas articulações, permite exercitar ao sistema cardiovascular, queimar calorias e tonificar o organismo, além de que, como se desenvolve sob a água, impede elevado aumento de temperatura, o que pode ser uma rotina prolongada, sem que se registrem notável fadiga ou perda de líquido através da transpiração.


Baixo impacto


Devido a que o meio líquido “prende” os objetos que se interessam por ele, uma pessoa mergulhada até o pescoço “perde” cerca de 90% de seu peso corporal, o que reduz de forma drástica a pressão que exerce a força da gravidade e, com isso, o esforço que se apresenta durante a prática de esportes fora da piscina.


Além disso, a maioria dos exercícios realizados na água geram um tipo de movimento conhecido como “contrações musculares concêntricas”, em que se gera adequado fortalecimento com o mínimo de dor por esforço, de modo que a possibilidade de lesões ou danos na coluna vertebral, quadris, joelhos, tornozelos ou outras articulações é eliminado quase por completo. Também há que assinalar que a pressão que gera a água no corpo (hidrostática) favorece a ativação da circulação do sangue em todo o corpo, tal como aconteceria com uma massagem suave.


Embora o tipo de rotinas se parecem com os exercícios aeróbicos que são realizados em uma academia, nesta novel disciplina também é possível levar a cabo outras práticas, como correr para dentro da piscina, patalear e fazer agachamentos sem que os joelhos sofrem o peso do corpo.


Mas a variedade não pára por aí, já que os praticantes mais avançados de acuaeróbicos realizam exercícios em áreas mais profundas da piscina, com a ajuda de flutuadores, a fim de exercitar as pernas, fazendo com; além disso, costumam fazer curvas de pernas semelhantes às que são executadas em uma bicicleta e usam pesos ou halteres para criar resistência e tonificar, principalmente, a parte superior do corpo.


O resultado é que esta disciplina se favorece a eliminação de gordura ao mesmo tempo que gera perda de líquidos, e embora não se sente o suor ou um ritmo cardíaco muito acelerado, os músculos de todo o corpo se tonificam e terminam com mais energia depois de realizar outros tipos de exercício em que o impacto nas articulações é mais marcado. Sim, há que salientar que, aconselha-se tomar bastante água (dois litros por dia, quando menos).


Como é a aula?


A sessão de acuaeróbicos inicia com aquecimento térmico, isto é, com a adaptação de a temperatura do corpo (36 a 37ºC) que a água (cerca de 29.5º c). Esta parte do treinamento dura 10 minutos e nela são realizados exercícios de respiração e alongamento de tendões e músculos.


Na segunda etapa, você trabalha o condicionamento aeróbico durante 20 ou 30 minutos, e é aqui onde começa a atividade para o sistema circulatório e os pulmões, já que provoca o aumento do ritmo através de rotinas que incluem o movimento e alongamento de todos os grupos musculares.


Mais tarde, em um período que vai de 10 a 15 minutos, são realizadas atividades específicas com o apoio de certos materiais, como:



  • Botão de punho.

  • Bola de ar ou água.

  • Banda elástica.

  • Leggings para braços e pernas.

  • Luvas especiais com peso extra dentro deles.

Para poder concluir a aula, durante 5 ou 7 minutos se fazem exercícios de relaxamento e alongamento, que são muito importantes para que todos os músculos voltem a esfriar. Cabe destacar que os centros onde se realizam essas classes devem ser especializados, ter um horário regular de prática e trabalhar em pequenos grupos para oferecer a melhor supervisão possível.


Esta disciplina exige constância para que se apresentem os resultados desejados; por isso, se optar por férias não abandone sua rotina esportiva, ao contrário, pode realizar ao menos os exercícios básicos na piscina do hotel, mas não conte com um instrutor na matéria.


Todos são beneficiados


São muitas as vantagens do exercício acuaeróbico para todas as pessoas que o praticam, entre elas:



  • Ajuda a reduzir o peso.

  • Melhora a qualidade do sono.

  • Regula os níveis de gordura, colesterol, ácido úrico, e açúcar no sangue.

  • Favorece o bom funcionamento do sistema imunológico (aquele que nos defende de infecções).

  • Oferece benefícios psicológicos, já que a água estimula o relaxamento e o trabalho em grupo promove a integração entre praticantes.

  • Não exige muito esforço.

  • Não gera dor ou fadiga muscular, como ocorre em práticas extremas, tais como levantamento de peso.

  • Para começar, não há necessidade de saber nadar, pois ainda que as aulas avançadas são feitas na área profunda da piscina, os exercícios para iniciantes são na parte em que a piscina tem menos água.

  • Pode ser praticada durante todo o ano, já que dificilmente as mudanças climáticas afetam as piscinas (os centros especializados de qualidade têm nível de temperatura controlável), especialmente se forem cobertas. No entanto, não está de mais que as pessoas da terceira idade tenham precauções extras, pois as variações de temperatura podem provocar doenças nas vias respiratórias.

Como se tudo isto fosse pouco, o baixo ou nulo impacto dos acuaeróbicos os torna terapia ideal para pessoas com condições físicas adversas, como as que têm problemas nas costas, joelhos e pontas, dores reumáticas, ou aqueles que sofrem de fibromialgia, que é uma doença crônica do sistema nervoso que afeta os músculos e articulações, uma vez que gera cansaço generalizado.


Também é aconselhável para mulheres grávidas ou que acabaram de dar à luz, assim como para aqueles que desejam melhorar a aparência da celulite, a circulação, ou a flacidez em determinadas áreas. Por sua vez, observou-se que os indivíduos com obesidade estão em acuaeróbicos uma opção que lhes permite gozar de agilidade e facilidade para se exercitar, fato contrário a uma classe regular de aeróbica de alto impacto.


Finalmente, considera-se que, para além de todos estes benefícios os acuaeróbicos são muito divertidos, já que os deslocamentos, tem-se a impressão de que o corpo não pesa e fica flutuando. Se lhe interessa a sua prática, procura um centro especializado e fale com o instrutor para saber mais sobre o desenvolvimento da aula e a experiência que possui, a fim de obter o maior proveito possível.

Acuaeróbicos, exercícios aeróbicos realizados na água
Vote agora